Pesquisar

CAPTADORES – EPISÓDIO II

Olá pessoal,

Dando sequência à saga, hoje é dia de falar sobre captadores para instrumentos acústicos.

Entrando no mundo da captação para violões e demais acústicos, temos os famosos Piezo (que quer dizer contato). São aquelas barrinhas, filamentos ou qualquer outro formato, que se instala abaixo do rastilho no cavalete do violão, baixolão, cavaco, bandolim e etc. Podem ser cerâmicos, metálicos, plásticos e etc. Estes são a parte passiva da captação.

Este é um dos sistemas mais básicos de captação pois funciona 100% do tempo, enquanto houver pressão ou contato de cordas sobre ele. Mas não são muito úteis sozinhos. Em 99% dos instrumentos usa-se um sistema híbrido, passivo + ativo. Trata-se do captador piezo funcionando em conjunto com uma caixinha de controle, geralmente instalada no lado do instrumento voltado para o músico. Este aparelho é o equalizador / pré-amplificador, que recebe o contato do piezo e “traduz” os impulsos elétricos em sinal sonoro, que sai nas caixas de som. Tudo isto é possível graças à alimentação 9V da bateria que deve ser utilizada neste pré-amp / EQ. Esta é a parte ativa da captação.

A referência neste tipo de captação são os modelos da Fishman, Shadow e L.R. Baggs.

Além dos Piezo, temos captadores passivos e ativos, de bobinas magnéticas, para utilização nas bocas acústicas do instrumentos. Alguns bons modelos vêm dos fabricantes Seymour Duncan, GHS e Fishman. Estes modelos atuam como captadores de guitarra, pois captam as vibrações das cordas de aço e enviam para o amplificador. Existem versões de bobina simples (single coil) e bobina dupla (humbucker ou stack). Proporcionam um timbre bastante orgânico, “aerado”, com bastante sustain e corpo. Podem ter ou não EQ / Pré-amplificador embutido ou externo.

Outra opção são os sistemas MIDI Piezo, muito utilizados nos violões Godin e modelos Silent da Yamaha. Onde o contato das cordas e os impulsos sonoros são digitalizados e podem ser modulados. Outro bom fabricante de piezos, MIDI e pontes em geral para guitarras e baixos, é a GRAPHTECH.

Não perca o próximo episódio desta saga, em que falarei sobre captadores ativos. Amados ou odiados, vamos entender o que eles tem de especial. Não perca!

Conheça meu site: www.thegrapes.com.br

Acompanhe meu blog: www.thegrapesguitarshop.wordpress.com

Facebook: https://www.facebook.com/TheGrapesGuitarShop

Dúvidas, escreva para mim: contato@thegrapes.com.br

Um abraço,

Léo Bertassini

Parceiros  |  Informações : Não existem itens criados , adicione um pouco , por favor.